Pular para o conteúdo

Isso é muito Alô

Tá Bombando


Brasileiros são os que ouvem mais músicas tristes na quarentena

Que a quarentena está mexendo com o psicológico não é novidade pra ninguém, mas esse isolamento está alterando até os gostos musicais. Uma pesquisa realizada pelo DeltaFolha comprovou o que muitos já sabiam: não está nada fácil para o brasileiro, que obteve o maior índice de “variação de tristeza” entre 34 países analisados.

 

Usando os números do Top 200 do Spotify nesses países, o instituto chegou à conclusão de que a lista brasileira é a que possui mais músicas consideradas triste. Para classificar uma música como “dançante” ou “triste” a pesquisa usou uma métrica – conjunto de regras – chamada valência. Ela analisa os traços da música para buscar sons dançantes, que são mais altos, ou mais melódicos, que são baixos.

 

Segundo a pesquisa, a liderança do Top-200 no Brasil ficou entre “Tempo Perdido”, lançado em 1980 pelo grupo Legião Urbana, “Alone Again”, do canadense The Weeknd e “A Boba Fui Eu”, música romântica de Ludmilla. Outras músicas como “Me Conta da Tua Janela”, sobre a pandemia feita pela dupla Anavitória e “Você Pra Sempre em Mim” de Tiago Iorc também figuraram entre as mais ouvidas.

 

Já as músicas internacionais mais ouvidas no país também seguem sendo mais lentas e reflexivas. Billie Eilish e Travis Scott foram os estrangeiros que mais emplacaram hits menos dançantes no país. Outros internacionais presentes na lista é Powerful com “Death Bed” e Surf Mesa, com “Ily”.

 

Outras canções “mais calmas” presentes na lista foram “Apenas Mais Uma de Amor”, de Lulu Santos, “Pra Você Guardei o Amor”, de Nando Reis, “Boate Azul”, na voz de Bruno & Marrone, “Até que Durou”, de Péricles, “Quando Você Passa”, de Sandy & Junior, “Every Breath You Take”, do The Police, e “Tempo Perdido”, do Legião Urbana.

 

Por outro lado, algumas músicas dançantes também foram bem ouvidas durante a quarentena. Barões da Pisadinha, DJ Piu e MC GW, Pabllo Vittar, Gusttavo Lima, Marília Mendonça, MCs Moana e Brunyn e MC Niack foram os artistas que seguraram a parte animada do Top-200.